Conheça nosso Grupo De Estudos!



Idec: franquia de dados serve só para fazer dinheiro, não para melhorias

Essa história de impor limitações nas franquias de dados dos planos de banda larga está dando o que falar e ainda deve causar muitos transtornos. Os consumidores estão revoltados (e com razão) nas redes sociais e, como já era de suspeitar, as mudanças só trazem benefícios para as operadoras.
Muita gente até já tinha arriscado esse palpite, mas agora quem fala é Rafael Zanatta, responsável por pesquisas no Instituto de Defesa do Consumidor (Idec). Em entrevista ao site Olhar Digital, Zanatta deixou bem claro que as novas decisões das empresas de telefonia não vão resolver problemas de infraestrutura e nem vão melhorar o serviço para o consumidor.
“Isso é falso. Existem estudos e relatórios importantes que dizem que a franquia de dados não é a resposta adequada para o congestionamento do tráfego de rede", comentou o funcionário ao site brasileiro. Além disso, Zanatta reforçou a informação de que esse passo é um tanto controverso, principalmente porque fere artigos do Código de Defesa do Consumidor.

 Outro ponto importante é que, segundo Rafael Zanatta, essa medida foca apenas nos lucros das operadoras, já que isso vai gerar uma receita muito maior, como já acontece com os planos de telefonia móvel. “Os executivos se reúnem e dizem: ‘como podemos ganhar mais dinheiro com a internet banda larga? Assim. ’ E assim nascem as franquias”, acrescenta.
As pessoas estão protestando de toda forma que podem e alguns aliados (incluindo o Idec) devem fazer alguns movimentos para tentar contornar essa malandragem das operadoras, mas o futuro ainda é incerto e pouco confortável para o consumidor.

Fonte: Tecmundo