Conheça nosso Grupo De Estudos!



Ser Artista Social é Inspirar


"Eu quero falar um pouco dessa ideia, desse conceito, sobre o que a gente realmente faz, do que se trata de verdade essa nossa Arte Social?
E é claro, você já deve ter ouvido aquela velha história de "Não se trata de seduzir mulheres, se trata de construir uma vida", E eu não tô discordando disso não, mas quero expandir essa ideia, porque acredito que mais um pouco mais longe, na verdade muito mais longe do que isso.
Sabe, quando você quebra as regras inúteis da sua cabeça se transformando e tomando definitivamente o controle da sua vida, do jeito que todo mundo deveria fazer, no início as pessoas em volta de você sentem medo, raiva e procuram desesperadamente uma explicação lógica pra você ter tido sucesso. 

Mas depois de um tempo esse comportamento muda e algumas dessas pessoas sentem uma necessidade quase incontrolável de ir até você atrás de inspiração, de conselhos ou de um exemplo pra vida delas.

E isso é impressionante porque, imagina se a próxima pessoa que você inspirar descobrir a cura da AIDS, ou resolver o enigma da fome no mundo, ou se tornar um mestre que vai inspirar e mover multidões sem fim em direção ao sucesso?
O fato é que a Humanidade está carente de líderes que saibam o que querem, saibam onde estão indo e que talvez não saibam o caminho, mas certamente têm a coragem de fazer o que deve ser feito pra descobrir.
Todos nós temos o potencial de começar um movimento na direção certa que com o devido entusiasmo pode efetivamente mudar o Mundo.
Sim, mudar o Mundo
E o mais bonito nisso tudo é que você não precisa fazer tudo de uma vez. O que você precisa fazer de verdade é
Mudar o mundo de uma pessoa de cada vez.
Poque ela vai mudar o mundo de outra pessoa que vai mudar o mundo de outras pessoas que vão mudar o mundo de outras pessoas.
E isso vai provocar uma onda de Sucesso, Energia, Poder e Potencial Ilimitados, que se usados da forma certa podem mudar os rumos do nosso planeta começando uma nova espécie na evolução humana:
o Homo Felix, ou o Homem Feliz.
E eu não sei quanto à você, amigo, mas eu quero fazer parte disso."