Conheça nosso Grupo De Estudos!



Equipe de TV brasileira apanha de Alemães Racistas durante transmissão da Eurocopa na França


A jornalista brasileira, Sônia Blota e o cinegrafista Fernando Henrique de Oliveira, ambos contratados da TV Band, estavam em Paris, na França, para fazerem a cobertura da Eurocopa quando foram surpreendidos pelo comportamento violento de alguns torcedores alemães.

Durante a cobertura do jogo Alemanha x Polônia, que acontecia na capital francesa, alguns torcedores chutaram a perna da repórter e deram um tapa no rosto de Fernando. O grupo ainda disse‘Fora daqui, negros’. Sônia é branca e Fernando é negro.

0podeser1

Como tudo aconteceu
Pouco antes de começar a partida, Sônia entrevistava alguns torcedores para saber as expectativas em relação a atuação de Alemanha e Polônia nos próximos 90 minutos. Quando a jornalista abordou um grupo de torcedores alemães, eles já começaram a empurrá-la e agredi-la verbalmente.

O cinegrafista levou um tapa no rosto de um dos torcedores e como a confusão estava tomando grandes proporções o grupo tentou ‘sair de fininho’, mas antes chutaram a perna de Sônia. Segundo um canal esportivo, os profissionais brasileiros ficaram estarrecidos não só pela violência sofrida,mas também por saberem que a polícia estava por perto, mas não fez nada. A dupla pediu ajuda, mas os policiais disseram que não podiam fazer nada e que se desejassem que prestassem queixa em uma delegacia. Os dois então registraram um boletim de ocorrência, mas ao invés de se sentirem mais confortáveis, ouviram das autoridades policiais que certamente ninguém seria preso pela agressão. A agressão gerou repúdio de meios de comunicação nacionais e internacionais.
Dias conturbados para o futebol europeu
A imprensa ainda não tinha se recuperado da confusão envolvendo torcedores da Rússia e a polícia local que ocorreu no último final de semana. Como consequência, o líder da torcida russa e outros dezenove torcedores foram expulsos da França. Três russos foram condenados pela justiça francesa e podem pegar até dois anos de prisão.
Além desse caso lamentável, torcedores ingleses também entraram em um confronto com a polícia nessa semana, ocasionando em 36 prisões e mais 50 pessoas feridas. Os dados das confusões com pessoas que vão ao jogos com todas as intenções, menos vibrar com a seleção, é assustador: 320 prisões desde o início da Eurocopa. Os presos são de várias partes do mundo.
Nota zero para esses torcedores e para a polícia local. Respeito é bom em qualquer lugar, pena que nem todos entendem isso!

Fonte: Curti.vc