Conheça nosso Grupo De Estudos!



O Frágil, O Robusto e o Antifrágil!

Sigo a filosofia do caos, e nela existem 3 tipos de pessoas! Veja a que você mais se identifica!

O Frágil:

É aquela pessoa que ao passar por problemas ou uma desordem acaba se culpando e se fechando. Lembramos que o conceito de frágil é de algo fraco, que se rompe ou deforma, e é exatamente ocorre com pessoas deste grupo ao passar por uma situação inesperada.
Um exemplo é quando uma pessoa tenta abordar uma menina ou um menino e acaba sendo mal tratado pelo mesmo, inconsistentemente acabamos nos culpando e perguntando "O que ha de errado comigo?" ou "será que foi algo que eu disse?" essa pergunta acaba por deixar marcas em nosso subconsciente e perdemos a coragem de abordar novas pessoas, deixando de fazer novas amizade e, até quem sabe, deixar o amor da sua vida passar!
Quando passamos a entender que apenas 20% das situações estão nem nossas mãos, conseguimos deixar a fragilidade e pensar que os outros 80% dependerá das demais pessoas envolvidas na situação.
Conheço varias pessoas que por se fragilizem e se esconderem atrás de problemas do dia a dia, acabam por desenvolver depressão.



Fragilizar-se diante ao caos é, socialmente falando, destruir-se.

O Robusto:

Se o frágil é alguém fraco, então o robusto é o resistente!
Consegue passar pelas situações sem se abalar, porém é complicado para esse tipo de pessoa criar empatia, e isso é o conceito básico para um artista social!
Você só consegue demonstrar algo por alguém se você permitir-se emocionar pela historia da outra pessoa, basicamente usar a regrado Escute com atenção e Fale com paixão! E o robusto acaba por ser arrogante em suas atitudes. E nenhum sistema robusto é 100% indestrutível! Um dia ele se rompe e fica frágil!

O Antifrágil:

O Antifrágil tem a mentalidade que o caos é necessário para evolução, não se importa com que as outras pessoas vão pensar de suas atitude, fazem o que tem que fazer, sofre pelas suas atitudes, quando as mesmas são tomadas de forma errada, porém não se permitem sofrer mais de uma vez pela mesma coisa!
Não conseguiu entender o que eu disse? Vou abstrair para você! Por exemplo: nosso sistema imunológico é Antifrágil porque, quando atacado, ele não só resiste como também fica melhor.

Se fôssemos robustos, resistiríamos apenas até um certo nível de agressão, além do qual morreríamos.
Os antifrágeis tem a consciência de que: "O que não te mata não te fortalece, mas mata os menos aptos e torna a população sobrevivente mais forte como um todo".

Isto ocorre porque, em determinados sistemas, a fragilidade das partes é necessária na construção da antifragilidade do todo. Desta forma, uma célula morre para que um organismo sobreviva, assim como uma geração perece para que a espécie como um todo torne-se mais forte.

Finalmente, o antifrágil aprende com seus erros, e não permite-se sofrer duas vezes pela mesma coisa. Quando você começa a pensar assim e não sofrer por erros cometidos no passado você se liberta e começa a descobrir, o que realmente importa é a liberdade, paz interior, e claro a felicidade!