Conheça nosso Grupo De Estudos!



Você será substituído por uma máquina em breve


Você está pronto para ser demitido nos próximos 20 anos? Não é por que você tem pouca experiência ou por que o mundo está enfrentando uma crise econômica. E sim, por que você será substituído por uma máquina ou um sistema.

Há diversas profissões que anteriormente existiam e com o tempo, por conta da tecnologia, foram extintas. Os arrumadores de pinos de boliche, por exemplo, foram substituídos por máquinas que realizam tais procedimentos automaticamente. No tempo de guerra, existia o cargo de "escutador de artilharia aérea inimiga" na época pré-radar. Por conta da energia elétrica, os "acendedores de lampiões" precisaram procurar outros empregos. E o que falar então dos operadores de telefonia?

Essas são apenas algumas das profissões que foram extintas em decorrência do advento da tecnologia. Alguns pesquisadores já inclusive criaram uma lista das 10 profissões que provavelmente desaparecerão até 2025:

  1. Operador de Telemarketing
  2. Digitador
  3. Preparador de Imposto de Renda
  4. Corretor de Imóveis
  5. Caixa Bancário
  6. Trabalhador Rural
  7. Árbitro
  8. Agente de Crédito
  9. Subscritor de Seguros
  10. Reparador de Relógios
No entanto, creio que há muito mais profissões que deixarão de existir em breve. O trabalho massante, por exemplo, dos caminhoneiros poderá em breve deixar de existir e ser substituído por caminhões autônomos. A economia para as empresas, por exemplo, só nos EUA com a utilização de caminhões autônomos seria de US$ 50 milhões por ano. Isso sem contar a considerável redução em acidentes e pagamentos dos empregados.

Em Singapura, o primeiro táxi autônomo já está circulando nas ruas. Sem falar dos inúmeros carros autônomos de diversas empresas como Volvo, Ford, Tesla, entre outras empresas. Só nessa lista já temos três profissões que poderão deixar de existir até 2050 (mas creio eu que acontecerá bem mais rápido):
  1. Caminhoneiros
  2. Taxistas
  3. Motoristas Particulares (Uber, Lift, entre outros).
Se nos dias atuais está um grande conflito entre os taxistas e os motoristas particulares, creio que daqui a uns anos essa briga ganhará um novo componente.

Para quem acha que está seguro ao trabalhar com tecnologia da informação, o fundador da Sun Microsystems prevê que cerca de 80% dos trabalhos relacionados à tecnologia da informação serão substituídos por sistemas automatizados.

A BBC fez um site em que você diz qual o seu emprego atual e ele lhe responde com a probabilidade do seu trabalho ser substituído por máquinas.

Por que não se preocupar no momento?

Grande parte das tecnologias atuais ainda estão em desenvolvimento. E é bem provável que demore bastante para que tais tecnologias sejam consumidas pelo público final em larga escala.

Além disso, boa parte das cidades ainda não estão adaptadas aos sistemas autônomos. A situação das ruas influencia bastante e ainda há diversos problemas em que os carros autônomos não conseguem lidar corretamente.

O investimento é gigante, então é bem provável que as demissões comecem ocorrer em pequenas quantidades. A dica é investir na melhoria da formação educacional (não falo apenas de faculdade, faça outros cursos que melhorem seu currículo). Além disso, há poucos profissionais que podem apoiar as empresas na manutenção de tais máquinas.

Por que se preocupar?

Se isso vai acontecer amanhã, daqui a 20 anos ou daqui a 100 anos, é preciso se preocupar por várias razões. O seu futuro pode não estar em risco, mas o dos seus filhos estará. E, de certa forma, o método educacional atual não vai permitir que seus filhos "sobreviva" durante a próxima fase tecnológica.

Somos ensinados à escolher a profissão que queremos quando adolescentes. O que acontecerá quando escolhermos uma profissão e ela simplesmente deixar de existir?

Não imagino um mundo em que todas as pessoas estejas desempregadas. Mas se a nossa mentalidade e a nossa forma educacional não mudar, é isso que irá ocorrer.