Conheça nosso Grupo De Estudos!



Saúde mental: Depressão até 2020 será a principal doença mais incapacitante em todo mundo


No texto a seguir será explicado sobre os tipos mais comuns de depressão, e os efeitos causados.


A depressão foi descrita pela primeira vez no início do século 20, a depressão ainda hoje é confundida com tristeza, sentimento comum a todas as pessoas em algum momento da vida. 

A Organização Mundial de Saúde, prever que até 2020 a depressão será a principal doença mais incapacitante em todo o mundo. 

Atualmente, mais de 120 milhões de pessoas sofrem com a depressão no mundo – estima-se que só no Brasil, são 17 milhões. E cerca de 850 mil pessoas morrem, por ano, em decorrência da doença. 
A depressão chega de mansinho, assim como quem não quer nada. Num dia, você acorda triste, desanimado. No outro, bate uma sensação de vazio e uma vontade incontrolável de chorar, sem qualquer motivo aparente. A depressão é assim, um mal silencioso e ainda mal compreendido – até mesmo entre os próprios pacientes. Considerada um transtorno mental afetivo, ou uma doença psiquiátrica, a depressão é caracterizada pela tristeza constante e outros sintomas negativos que incapacitam o indivíduo para as atividades comuns, como trabalhar, estudar, cuidar da família e até passear. 


Resultado de imagem para depressão

A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, entre os sintomas, há presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado.

Existe vários estudos científicos na área da neurologia que busca compreender o que causa a depressão nos seres humanos.


Diferença entre o cérebro normal e com depressão


Através de uma tomografia computadorizada que é um exame recomendado pelo psiquiatra é possível observar que o cérebro de uma pessoa com depressão apresenta menor atividade.
Conheça os 7 sinais que podem indicar depressão



Marcos Aurélio Baggio foi um dos mais influentes psiquiatra, psicanalista do Brasil, morreu em 2014 aos 71 anos. 
Ao longo de quase 50 anos de carreira, ele foi agraciado com 35 insígnias e medalhas por mérito cívico, publicou 19 livros e foi empossado membro da Academia de Letras do Brasil. Por oito anos, ele apresentou programas sobre assuntos de sua especialidade na televisão.
Baggio ocupava a cadeira de número 96 da Academia Mineira de Medicina e a cadeira número 10 do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, do qual é presidente emérito. Ocupava, também, a cadeira número 27 da Academia Brasileira de Médicos Escritores (Abrames) e era presidente da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores Regional Minas Gerais.



DepressãoDoença caracterizada por uma tristeza fora de controle. Sintomas são sobretudo apatia, um desanimo forte que o individuo senti, ocorre uma baixa de funcionamento de memoria; há uma sensação de cansaço persistente, com dificuldade de fazer as tarefas do dia-a-dia, uma sensação que a vida tornou se pesada, difícil e aborrecida.

Formas mais pesadas, mais graves são a depressão endógenas, pode ser causada por fatores biológicos. A sensação de endógeno seria o de pouca leveza, como se tivesse um peso amarrado em todo seu corpo te puxando para baixo.

Depressões puras: O indivíduo é acometido de tristeza, apatia, de desanimo, de desinteresse pela vida e ao mesmo tempo tem a sensação de desesperança, tudo está ruim, tudo vai mal e nada parece funcionar a favor dele. É como se ele tivesse também a sensação de que no futuro as coisas continuarão péssimas.
A depressão endógena caracteriza-se por fazer com que o individuo se sinta pior pela manhã e a medida que o dia passa, vai se sentindo gradativamente aliviado e mais disposto.
A ansiedade em maioria das vezes vem acompanhada de depressão.

Depressão com apatia: Manifesta apatia e desinteresse pela vida. É como se o individuo se recolhesse para dentro de si mesmo, desinteressando se do mundo, das coisas, de suas atividades.

Depressão por esgotamento: Desiste do nada de coisas que estava se empenhando, por exemplo começa motivado a academia, porém depois de 1 mês não ver nenhum resultado físico e se desmotiva a continuar, desiste.

Depressão Mista: O indivíduo sente o corpo cheio de dores, mal estares que causam incômodos.
Então ele se torna hipocondríaco (um indivíduo que acredita na presença de doença.), ao mesmo tempo em que também sente diminuição de sua capacidade de transitar pela vida, se sair, de se socializar, de fazer coisas.
Ele se sente enfraquecido, vive irritado, torna-se neurastênico (É um termo antigo,usado pela primeira vez por George Miller Beard em 1869 para designar um quadro de exaustão física e psicológica, fraquezanervosismo e sensibilidade aumentada (principalmente irritabilidade e humor depressivo).  Ou seja a depressão mista é a mistura de depressão com hipocondria e neurastenia.

Existe outros tipos, porém cataloguei os mais conhecidos.

Explicações pela área psicológica sobre o que é a doença.

Uma das várias explicações para o aparecimento da depressão é a bioquímica. Nosso cérebro existe várias substancias químicas e algumas delas são excitatórias. Quando essas substancias se encontram em níveis mais baixos que o normal, causando alguns sintomas depressivos.

Na visão da psicanalítica, vamos encontrar em todo individuo deprimido a vivencia da perda.
Acontece que o individuo perdeu algo de extremo valor para ele (algo como algum ente familiar, alguma relação amorosa, algo de grande valor para sua vida).
É a função da perda deste objeto ou deste valor querido, o individuo se sente decepcionado, ressentindo, magoado, e entra num processo chamado luto.
Sente dor pelo fracasso daquilo que poderia ter sido bom e por algum motivo se perdeu. A partir da perda o individuo tenta comover este objeto a voltar, ou tenta recuperar este valor perdido. 
O deprimido sempre se quiexa de maus tratos recebidos, das suas expectativas não realizadas. Em tese o deprimido sofre de uma nostalgia, desejando que o objeto ou a relação amorosa volte para ele, para que ele se sinta "BEM".

FONTE: Livro Conversando - Marcos Aurélio Baggio

ATÉ 2020, A DEPRESSÃO SERÁ A DOENÇA MAIS INCAPACITANTE DO MUNDO, DIZ OMS